Romeu Zema e ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, sobrevoam regiões mineiras afetadas pelas chuvas

26 de janeiro de 2020

O governador Romeu Zema recebeu, neste domingo (26/1), em Manhuaçu, para discutir as ações desenvolvidas para prevenção e atuação nas áreas de risco em Minas Gerais devido às fortes chuvas que atingem o estado. Os dois, acompanhados de oito prefeitos da região metropolitana da capital que sofreram danos em decorrência das chuvas, sobrevoaram dezenas de cidades que foram afetadas. O ministro assegurou recursos da União para ajudar na recuperação dos municípios de Minas.

Após a reunião, Zema e o ministro conversaram com a imprensa sobre os próximos passos que serão tomados pelos órgãos públicos para auxiliar o trabalho de recuperação dos municípios. Neste domingo (26/1), o governador assinou decreto declarando situação de emergência em 47 municípios mineiros. Com isso, a Defesa Civil estadual poderá mobilizar todos os órgãos estaduais nas ações de resposta e reabilitação dos cenários. O decreto também facilita a aquisição de bens necessários para as atividades visando à recuperação das cidades.

“Tanto o Governo do Estado, por meio da Defesa Civil, como o governo federal têm se empenhado para que as áreas atingidas sejam reparadas o quanto antes. A grande prioridade no momento é ajudar essas pessoas. E assim que o tempo melhorar e os danos forem levantados, nós daremos prosseguimento com essa reparação. O próprio ministério do Desenvolvimento Regional vai receber, a partir dessa semana, das próprias prefeituras e da nossa secretaria de Infraestrutura e Mobilidade, aquilo que já há de danos com mais detalhes para que ele possa separar alguma verba, para que essas obras sejam feitas com a maior agilidade possível”, afirmou.

Zema também lamentou as mortes em decorrência dos acontecimentos. Outro decreto assinado pelo governador declara luto oficial no Estado de Minas Gerais por três dias em sinal de pesar pelas vítimas dos recentes desastres naturais ocorridos no estado.

“Obras de infraestrutura deverão ser feitas assim que o tempo possibilitar, principalmente aquelas que estão impedindo algum tipo de acesso, mas nossa prioridade no momento é a ajuda humanitária. Já disponibilizamos toda a estrutura da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, todas as suas unidades estão disponíveis para receber mantimentos não perecíveis, produtos de limpeza, de higiene pessoal, também colchões e lençóis”.

O governador afirmou, ainda, que a solução para estes problemas passa pelo reordenamento urbano do país e falou sobre a necessidade da reativação de programas habitacionais.

“O Brasil precisa de um reordenamento urbano, pois, caso contrário, essa situação vai continuar se repetindo. Precisamos de políticas públicas consistentes de longo prazo que gradativamente venham eliminar essas ocupações de risco. A ocupação desordenada do solo pode fazer com que muitas famílias passem morar em áreas de risco. Sabemos que muitos não têm recursos para comprar uma casa, e a reativação de programas habitacionais poderia amenizar essa questão de famílias irem para áreas de risco, em áreas sujeitas a deslizamentos, como aconteceu na região metropolitana”, finalizou Romeu Zema.

 


Fonte de Vida

FM 106,5

Current track
TITLE
ARTIST

Background