Leste do Sul promove nova reunião do Comitê Macrorregional Covid-19

14 de julho de 2020

Gestores, membros e convidados do Comitê Macrorregional Leste do Sul Covid-19 reuniram-se, por videoconferência, para tratarem de assuntos ligados ao enfrentamento da pandemia nas microrregiões de saúde de Ponte Nova, Viçosa e Manhuaçu. O encontro, realizado nessa quinta-feira (9/7), foi presidido pelos superintendentes Kátia Jardim de Carvalho Irias (Regional de Saúde de Ponte Nova) e Juliano Estanislau Lacerda (Regional de Saúde de Manhuaçu) e contou, também, com a presença de representantes do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems – Ponte Nova e Manhuaçu); do 11° Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais; da Associação Mineira de Municípios (AMM); da equipe da Regional de Ponte Nova e de gestores de saúde de Ponte Nova, Jequeri, Araponga, Alvinópolis, Guaraciaba e Urucânia.

Os superintendentes realizaram a apresentação de dados epidemiológicos e da ocupação hospitalar, tanto no cenário estadual quanto na macrorregião. Segundo Juliano Lacerda, o momento atual é de alerta: “O importante é que, até o momento, não faltaram leitos e estamos trabalhando com gestores e prestadores para que ocorra a ampliação. Mas é importante que a população contribua e adote as medidas de prevenção amplamente divulgadas”, destacou.

O superintendente de Manhuaçu, também, mencionou o fluxo de envio de amostras para laboratório credenciado da Universidade Federal de Viçosa (UFV) que, segundo ele, tem sido ágil no processo de fornecimento dos resultados. Já Kátia Carvalho enfatizou a atuação do Escritório de Gestão de Leitos, que monitora diariamente as internações no estado visando conhecer mais de perto a realidade dos hospitais conveniados ao SUS. “A conexão junto aos prestadores tem fluído muito bem, permitindo que sejam traçadas estratégias mais assertivas com relação ao enfrentamento da Covid-19, incluindo a expansão de leitos, quando for necessário”, mencionou. A superintendente ainda citou a constante aproximação da Regional de Saúde de Ponte Nova junto às instituições hospitalares e aos municípios, por meio de reuniões envolvendo as diversas áreas técnicas, ofertando orientações e apoio na resolução das principais demandas que se apresentam.

Também foram informados, na ocasião, os municípios da macrorregião que aderiram ao Programa Minas Consciente, do Governo de Minas, que prevê a setorização das atividades econômicas em quatro ondas, a serem liberadas para funcionamento de forma progressiva, conforme indicadores de capacidade assistencial e de propagação da doença. Oito municípios da Regional de Ponte Nova (Acaiaca, Barra Longa, Canaã, Paula Cândido, Ponte Nova, Raul Soares, Sericita e Teixeiras) e quatro municípios da Regional de Manhuaçu (Abre Campo, Manhuaçu, Matipó e Santa Margarida) estão seguindo os protocolos do programa. Atualmente, a Leste do Sul encontra-se na onda branca.

Por Tarsis Murad

 


Fonte de Vida

FM 106,5

Current track
TITLE
ARTIST

Background