Prefeitura de Manhuaçu realiza mobilização contra a Covid-19

9 de janeiro de 2021

Com intuito de chamar a atenção da população para a pandemia da Covid-19, a Prefeitura de Manhuaçu realizou na manhã deste sábado (9) uma mobilização com carros da administração, do Corpo de Bombeiros, Polícias Civil e Militar. A ação faz parte das resoluções determinadas pelo Gabinete Inter Secretarial de Crise contra a Covid-19, criado pela prefeita Imaculada, no último dia 7 de janeiro. As ações de conscientização e prevenção continuaram ao longo da próxima semana.
O Secretário de Planejamento e presidente do Gabinete de Crise, Roberto Fully, destacou que a conscientização da população sobre a gravidade da doença é que vai fazer a diferença na guerra contra a Covid-19. “A Prefeitura Municipal de Manhuaçu, atendendo a resolução do Comitê Municipal de Covid no dia 6 de janeiro, implantou imediamente o Gabinete Inter Secretarial de Crise contra a Covid-19. Com medidas baseadas em três diretrizes, educativa, informativa e fiscalizatória, dentro destas medidas já fizemos um trabalho hoje de uma grande carreata envolvendo toda a sociedade civil, envolvendo os vários agentes, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Secretária de Saúde, Secretária de Fazenda, Secretária de Educação, todas as pastas, mostrando na união de forças da sociedade civil para conscientizarmos as pessoas. Não acreditamos que só repressão vai deter o vírus, o que vai vencer esse vírus é engajamento da população, a conscientização, a educação para evitar aglomeração, evitar o fluxo desnecessário na cidade nesse momento. A consciência é fundamental e o trabalho, o objetivo dessa carreta foi trazer isso a memória de todos”.
Fiscalização
As fiscalizações aconteceram ao longo da próxima semana, com abordagens instrutivas e comunicativas. O Secretário da Fazenda, Elias Mansur, destacou que a prefeitura está empenhada para que a cidade não pare. “Essa ações conjuntas, em parceria com a Secretaria da Educação, vamos unir nossos esforços com os fiscais de vigilância sanitária e da Secretária da Fazenda, vamos direcionar a abordagem inicial, e lógico com o tempo a gente vai evoluindo de acordo com o cenário aqui na cidade. Estamos extremamente empenhados, fazendo de tudo para atingir nosso objetivo, porque a gente não quer parar a cidade. A gente quer continuar, se protegendo e continuar com a nossa vida, com o dia-a-dia nosso”.

O Secretário também ponderou que a conscientização e a ajuda da população nesse processo é fundamental. “Esse é o nosso grande desafio. A conscientização é uma questão cultural e a gente precisa ter todos do nosso lado. Dentro de todas as secretarias, das autarquias, todas as unidades vinculadas a prefeitura, nós precisamos que todos participem de forma efetiva, na abordagem das pessoas que não tiverem no mínimo utilizando máscara, as pessoas que estiverem aglomeradas, dentro do ambiente de trabalho temos que tomar o máximo de cuidado. O decreto que já foi publicado, já tem essa intenção de dar esse direcionamento , da conscientização, sabendo das nossa limitações, nós temos que nos engaja e cada um se comprometer. Qualquer oportunidade que houver e puder comunicar, orientar, é o papel de cada um. Essa fiscalização, o ideal é que cada pessoa assuma esse papel, é muito importante isso, sem a ajuda de todos a gente vai ter muito dificuldade com esse processo”.
Nesta sexta-feira (8) o Secretário, acompanhado da Secretária de Saúde Ana Lígia de Assis Garcia, visitaram duas agências de banco na área central da cidade, para orientar os gerentes sobre a adoção de protocolos sanitários. “Essa foi nossa primeira ação externa, já fomos em duas agências, conversamos com os gerentes gerais, destacamos nossa intenção de conscientizar mesmo. A fiscalização tem que ter esse papel educativo, eu sei que pode ser um pouco complicado, algumas pessoas podem resistir, não concordar, mas a gente precisa persistir. É um trabalho que tem que ser feito constantemente, todos os dias. E se não houver esse engajamento, repito, vai ser muito mais difícil de combatermos esse vírus, que é inimigo de todo mundo, não é só de uma área ou outra, ele atinge a todos. Nós temos que nos proteger e orientar quem não estiver se protegendo”.
Saúde
A Secretaria de Saúde já deu início a várias ações de enfrentamento a pandemia da Covid-19, uma delas foi a adoção de protocolo de tratamento precoce da doença e a busca por parcerias com as cidades da microrregião de Manhuaçu. “Já tivemos reuniões com a equipe da Secretaria de Saúde, adotamos um protocolo de tratamento precoce, com todas as unidades já capacitadas, médicos e enfermeiros. Lógico que dificuldades pontuais já estão aparecendo, médicos de férias e pedidos de exoneração por parte dos médicos, não do governo e, isso já está sendo contornado. Já está sendo contratados médicos em caráter de urgência, para não ficarem descoberto as unidades. A medicação, já está sendo feito os processos de compra de emergência, o que a Secretaria já tem, já estamos disponibilizando, Contatos com várias farmácias para ver a possibilidade na redução dos preços, até a que a Secretaria consiga a compra dos medicamentos necessários, um preço mais acessível. Também já está agendado uma reunião com os Secretários Municipais de Saúde da microrregião de Manhuaçu, são 23 municípios, para que possamos discutir uma ação regional, porque Manhuaçu é sede da microrregião, nós temos que pensar não só em Manhuaçu, mas que as outras cidades entendam e queiram adotar esse procedimento do tratamento precoce”, destaca Ana Lígia de Assis Garcia, Secretária de Saúde,.
A Secretária pontua que esse não é um problema só da área da Saúde. “A nossa primeira ação foi a criação do Gabinete de Crise junto a prefeitura, ao gabinete da Prefeita, por entender que não é só uma ação da saúde, mas uma ação do governo da Prefeita Imaculada, então temos que articular com todas as secretarias, todos os órgãos, que tem que adotar uma linha de enfrentamento a essa doença”.
Sobre a mudança de local da Unidade de Apoio Respiratório (UAR), Ana Lígia salienta que é para dar mais conforto a profissionais da saúde e principalmente aos pacientes. “Nós estamos com uma unidade pequena, pelo volume que nós estamos tendo de caso, a proposta é de uma área mais ampliada, fazendo umas últimas adequações para que a gente possa mudar e dar uma dignidade maior. Os números de casos só têm aumentado, por isso eu clamo a comunidade, toda a população, faça parte dessa luta nossa, porque só o poder público não vai dar conta. Os hospitais estão cheios, as unidades quanto mais leitos abrem, mas cheios estão, mas nós precisamos nos conscientizar, enquanto cidadão nos transformarmos em um fiscal voluntário, cada vez que a gente entrar em um lugar, cada vez que a gente estiver com uma pessoa que esteja sem máscara ou que que esteja aglomerado, solicitar a ele que tenha respeito com a vida dele, mas com vida do próximo também”.

Secretaria Municipal de Comunicação de Manhuaçu


Fonte de Vida

FM 106,5

Current track
TITLE
ARTIST

Background